Guarda-Roupas

(9.989 produtos relevantes de 9.989 produtos)
Entrega MadeiraMadeira2319
Fabricação Própria15
Super Ofertas234
Frete grátis Sul/SE172
Entrega Rápida34
Frete Gratis SP21
Ver mais
Ver mais
Ver mais
Ver mais
Ver mais
Ver mais
Ver mais
Ver mais
Ordenar e Filtrar
Filtros

*Consulte mais detalhes e condições da garantia CabeCasa na página termos de garantia.

Guarda-roupas

Encontre o seu guarda-roupa/roupeiro dos sonhos. São muitas opções de cores, tamanhos, preços, acabamentos, e material de fabricação.

O guarda-roupa, roupeiro ou armário é sem dúvida um dos móveis mais importantes da casa, e talvez o principal item em um quarto organizado e confortável.

Escolher um guarda-roupa/roupeiro novo envolve alguns fatores indispensáveis como cores, tamanhos, preços, acabamentos e o material que é fabricado. Os guarda-roupas ou roupeiros vão da sobriedade do estilo clássico a ousadia dos mais modernos. Um corte diferente com acabamento sofisticado proporciona elegância ao ambiente. Espelhos frontais no guarda-roupa trazem a sensação de um ambiente mais amplo. As texturas são incrementos que acrescentam requinte ao seu guarda-roupa.

Estas são algumas das características que você vai encontrar em múltiplas opções de guarda-roupas disponíveis aqui na MadeiraMadeira.

Pensando em facilitar a sua vida preparamos algumas dicas importantes para fazer a diferença na escolha do guarda-roupa perfeito. Tudo para atender as necessidades do dia a dia com muito bom gosto.

Nós ajudamos você a escolher o melhor guarda-roupa

A expressão popular “A pressa é inimiga da perfeição” cai como uma luva na hora de comprar seu novo guarda-roupa. Portanto mantenha a calma ao procurar o melhor modelo. O primeiro passo é sempre se lembrar dos papéis fundamentais que os guarda-roupas/roupeiros têm:

  • Organizar as peças de roupa, acessórios e objetos.
  • Auxiliar na economia de espaço e proporcionar melhor visão e alcance dos itens.

É essencial levar em conta o espaço disponível onde ficará o guarda-roupa e tudo que for acomodar nele. Confira com atenção e precisão as medidas de altura, largura e profundidade do local escolhido para o guarda-roupa antes de selecionar seu modelo favorito.

Após medir o cômodo, você saberá qual o tamanho e tipo de guarda-roupa mais adequado para comprar. Basicamente os guarda-roupas estão divididos em três categorias: guarda-roupa de casal, guarda-roupa de solteiro, e guarda-roupa infantil. Eles se diferem por divisões internas, prateleiras, espaço interior, tipo (e número) de portas.

O número de portas varia de acordo com a dimensão e as funções do guarda-roupa. Você vai encontrar modelos compactos a partir de uma porta, e maiores com até 14 portas. Pode-se optar entre a porta de correr ou a porta de bater, também conhecida como porta de abrir.

Os guarda-roupas com portas de correr otimizam bastante espaço. Posicionadas em um sistema deslizante sobre trilho, as portas não são projetadas para fora, o que permite que você se locomova com maior liberdade pelo cômodo. Os modelos com três portas são os mais comuns neste tipo de guarda-roupa.

Se o guarda-roupa for utilizado por apenas uma pessoa, são indicadas as opções com duas ou três portas. Se for mais de uma pessoa ou um casal, é recomendado um guarda-roupa com no mínimo quatro portas. Para não errar quanto ao tamanho do seu novo guarda-roupa, tente definir a quantidade necessária de cabideiros, prateleiras e nichos.

ssa é uma etapa imprescindível em busca da melhor escolha.

Os guarda-roupas maiores dispõem de lugares para guardar malas, sapatos, acessórios, casacos, roupas de cama e banho. Quanto mais espaço e praticidade melhor, não é mesmo? Mas se este não for o seu caso, oferecemos ótimas opções de guarda-roupas em tamanhos menores.

Para criar um ambiente harmônico, fique atento aos estilos e cores das paredes, cama, prateleiras e cômodas do quarto.

Entre os inúmeros modelos de guarda-roupas, móveis e acessórios disponíveis aqui na MadeiraMadeira, você vai achar exatamente o que procura. Agora vamos falar um pouco sobre o material mais adequado para o seu guarda-roupa.

Conheça os materiais usados na fabricação do seu guarda-roupa

São três os principais materiais usados na fabricação dos guarda-roupas. Eles podem ser produzidos em MDF, MDP e madeira maciça. Cada um tem características próprias que serão aplicadas de acordo com sua necessidade. Durabilidade, resistência, funcionalidade, preço e até mesmo aspectos bem específicos fazem parte do DNA do trio. Separamos algumas informações importantes para você conhecer cada um deles.

MDF é a sigla para “Medium Density Fiberboard”, ou em tradução livre “Chapa de Fibras de Madeira de Média Densidade”. O material mais utilizado na fabricação de todos os tipos de móveis conquistou espaço no mercado ao final da década de 1990 como uma alternativa a madeira aglomerada.

É produzido através da aglutinação de fibras selecionadas de madeira reflorestada (pinus ou eucalipto) unidas por resina sintética e aditivos. Essa mistura passa por um processo de pressão e calor, gerando um material homogêneo formado por apenas uma camada densa, plana e uniforme. Igualmente ao MDP, é classificado como um produto ecologicamente correto, de baixo impacto ambiental, vital para a manutenção do nosso ecossistema.

Se apresenta como uma madeira versátil, com baixa porosidade, receptiva a pintura, adesivos ou aplicação de lâminas. Garante boa maleabilidade da chapa quando passa por diversos cortes, apesar do uso frequente em peças únicas. Excelente para acabamentos e cantos arredondados, o que permite explorar a criatividade no design do guarda-roupa. Ao mesmo tempo que é resistente a atritos, não aguenta muito peso, e pode se mostrar frágil após frequentes montagens e desmontagens.

Seu guarda-roupa em MDF não irá reagir bem a umidade, portanto não é aconselhável a exposição direta ou indireta a água em qualquer estado físico. Na hora da limpeza, apenas um pano molhado torcido basta para tirar o pó. Para remover sujeira ou eventuais manchas, use sabão neutro ou álcool, e nada mais.

O MDP é conhecido pelo nome de seu processo de produção. “Medium Density Particle” significa “Aglomerado de Densidade Média”, ou simplesmente aglomerado. É muito similar ao MDF, desde sua matéria prima até a confecção. A única diferença é que em vez de fibras, o MDP faz uso da união de partículas de madeira maciça, resina e aditivos. Seu produto final é um material de três camadas, composto por duas finas nas superfícies e uma mais grossa que forma o “recheio” ou “miolo”. Duas vantagens se comparado ao MDF: é um material mais leve (as partículas se encontram mais espaçadas entre si) e mais barato.

Tem melhor performance que o MDF ao receber alta carga de peso, ideal para prateleiras e peças internas do guarda-roupa. Se destaca no quesito tração e durabilidade. Um parafuso fixado em MDP oferece maior resistência, o que resulta em maior durabilidade para quem costuma se mudar com frequência.

Na questão hidrofilia o MDP conta com menor absorção de umidade, mas é bom lembrar que isso não quer dizer que possa ser exposto diretamente a água. Quando o assunto é acabamento, o MDP tem maior capacidade em reter tinta, como a aplicação de laca, por exemplo. Apesar de ser mais resistente, sua superfície crua e irregular não é propícia para uma finalização refinada.

A combinação de elementos em MDP e MDF na fabricação de guarda-roupas traz um atraente resultado final e vantajoso custo-benefício. O MDP fica encarregado das partes internas do guarda-roupa, onde se exige melhor estrutura para aguentar peso, enquanto o MDF aparece nas peças externas.

A madeira maciça é um componente clássico do mobiliário em geral, e apesar de ter perdido um pouco de espaço no mercado, mantém sua importância com o passar dos anos. Mesmo que dê um pouco de trabalho ao transportar, ainda é o material mais charmoso, resistente e estável para grandes volumes de roupas no guarda-roupa.

Um inconveniente é o peso e a dificuldade em mudar de lugar o guarda-roupa em madeira maciça, independentemente se estiver com as peças de roupa em seu interior ou não. Neste caso, em vez de arrastá-lo, aconselha-se a desmontagem do móvel, a fim de evitar a formação de frestas e empenamento.

O guarda-roupa em madeira maciça responde bem a atritos, batidas e danos em geral, e possui características singulares e surpreendentes em cada espécie de madeira, como cores, essências e texturas.

A madeira maciça é classificada como madeira pura por ser totalmente natural, sem aglomerados ou fibras sintéticas em sua composição. Você pode escolher entre o usual eucalipto, ou madeiras de lei mais sofisticadas, como o mogno e a imbuia. Vale lembrar que toda madeira maciça legal é originária de reflorestamentos.

Os cabideiros, puxadores e pequenas peças não menos importantes para o funcionamento do seu guarda-roupa, geralmente são fabricados em alumínio. É o material mais indicado pela ABAL (Associação Brasileira de Alumínio), pois conta com uma resistente autoproteção de óxido em sua superfície. Garante durabilidade à pressão e peso exigidos com o passar do tempo.

Como organizar as roupas e otimizar o espaço do seu guarda-roupa

Antes de mais nada é importante lembrar que uma boa organização consiste em desapegar ao máximo de tudo que não está sendo usado. A regra “se faz um ano que não usa, não precisa ter” é válida para separar o que está esquecido no guarda-roupa.

Comece selecionando as roupas por estações. Guarde as peças de inverno mais pesadas em sacos a vácuo, e coloque-as no maleiro ou na parte de cima do guarda-roupa. Agora organize o que será usado nos próximos seis meses.

Caixas organizadoras são muito úteis na hora de arrumar as prateleiras de acessórios para que ocupem pouco espaço. Lembre-se de etiquetar ou sinalizar as caixas, assim você encontra rapidamente o que precisa em cada uma delas. Outra dica é organizar os óculos e acessórios pendurados em grids: aqueles painéis quadriculados feitos de arame. Você pode deixá-los embaixo da arara, encostado no fundo do guarda-roupa ou onde ficar mais prático à sua escolha.

Caixas mais baixas que a altura das gavetas também podem ser usadas para organizar meias e roupas íntimas. Elas são úteis para delimitar espaços e facilitar a manutenção da limpeza.

Procure manter a mesma ordem e padrão do guarda-roupa como um todo, de forma que melhor funcione no seu dia a dia. Por exemplo: roupas íntimas na primeira gaveta, pijamas na segunda, camisetas na terceira, e assim por diante. Deste jeito você não desarruma todo o guarda-roupa em busca de uma peça específica.

Procure dobrar as camisetas do mesmo tamanho, na altura da sua gaveta, e guarde-as com as estampas dobradas para cima. Você vai conseguir visualizar todas as camisetas sem precisar desdobrar uma a uma.

A mesma ideia vale para outros itens em maior quantidade. As caixas plásticas sem tampa podem ser usadas na disposição de peças de roupas dobradas.

Padronizar cabides é uma medida importante tanto na organização estética como na funcional. Cabides de tamanhos diferentes tendem a engatar um no outro na hora de puxar uma peça, fazendo com que outras caiam. Resultado: sabemos que a bagunça vai permanecer lá por algum tempo.

Evite pendurar várias peças no mesmo cabide (a não ser em situações específicas, como uma calça dobrada e um casaco pendurado). Assim você mantém a vista tudo o que tem no guarda-roupa.

Os sapatos podem ser colocados em caixas, sempre limpos para evitar odores. Bolsas devem ser guardadas em prateleiras, uma ao lado das outras, ou dentro de cestos vazados, separadas por estilos ou ocasiões.

Organizar seu guarda-roupa é uma tarefa que requer cuidado e capricho. Para isso a MadeiraMadeira contou com a colaboração e assessoria profissional de Marina Pramio. Ela é Designer de Moda, Personal Stylist e especialista no assunto.